A normalização do caos e a estranha sensação de volta aos anos 1980

A normalização do caos e a estranha sensação de volta aos anos 1980

Marcos Nobre

26/06/2016 – Ilustríssima – Folha de S.Paulo

Nota: Uma versão ampliada deste ensaio foi publicada no nº 105 da revista “Novos Estudos” (pdf do artigo completo).

RESUMO Neste texto o autor considera que a crise atual, com a queda do do governo de Dilma Rousseff, expõe o esgotamento do modelo político-institucional que se constituiu na redemocratização. A expectativa de uma saída rápida, como sugere o governo Temer, é ilusória: a reorganização levará tempo e exigirá grande esforço.

O impeachment foi o sintoma mais grave de que as instituições entraram em colapso. Progressivamente, passaram a funcionar de maneira disfuncional, descoordenada e mesmo arbitrária. Para ficar apenas no dia a dia dos três Poderes: o Executivo perdeu capacidade de liderar o governo; o Legislativo instalou uma pauta própria, independente do governo; o Judiciário estabeleceu um regime cotidiano de decisões que se afastou de qualquer padrão conhecido de jurisprudência. Há poder de fato, mas não há poder legítimo.

Leia mais »

Anúncios